sábado, 9 de abril de 2011

Meu Vídeo 16

video
Quimera dos Poetas.


Ascendi ao alto da minha torre
Precavida, esguia feita de fumo,
E enternecida pus-me a conversar
Com os poetas mortos,
Soma do meu dia…
Contei-lhes o meu devaneio
Minha alegria e fantasia
Secava-me o vento que me recolhia…

Moldada em sabão estremecia
Em mim mesmo aberta e fechada
Como um dom tardio d’aromas
Que eram meus, do meu sonhar…

E… os poetas, a chorar
Nesse banho vesperal
Responderam-me
- que quimera, fantasia -
….
Todos temos sonhos…
....

- Emudeceram os poetas infelizmente -

E eu a sorrir olhei a torre esguia
Passei por essas plácidas colinas
Vi das nuvens um silêncio lasso mas belo
Nestes versos com que lavo as minhas mãos
Junto ao céu habitante de Mim e Meu…

Ana Maria
Abraço de LUZ.

Sem comentários:

Enviar um comentário