sábado, 30 de julho de 2011

Meu Vídeo 28


video

Pompeia



I

(Amado)
Estarão meus olhos mortos no rosto da noite
que me lembra o cheiro do teu corpo
onde amar-te é raiz da terra
esgotada na minha boca?

II

Deixar-me-ás ser ave
para me fundir pasmada
no ninho do teu corpo?

III

Então Querido,
Os meus ossos serão quadrantes
do pó destas palavras que navegam
nas pregas da tua carne.

IV

Serei agora tua ...
Musa
diluída nestas sílabas
todos os poemas
na dança dos amantes
- inteiros -
moldados ao corpo...

..pois então…!



Ana Maria Domingues

Abraço-LUZ.

1 comentário:

  1. Que te dizer Meu Querido Parceiro Poético...QUE TE ADORO!!!!!!!!!

    Um beijinho do coração

    ResponderEliminar